25 de jun de 2010

Ser Poeta



Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! morrer como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além-Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!


                                     Florbela Espanca

(Para a Mulher mais bonita do mundo,
provavelmente o mais belo Poema de Florbela - que nasceu e morreu no dia em que eu nasci)

11 comentários:

Ketryn disse...

Muito bonito esse texto. De verdade.

Você deve estar se perguntando como vim parar aqui, né? Acho que sou uma pessoa meio anormal por ficar apertando no link de "Próximo Blog" lá em cima.... mas enfim... foi assim que achei seu blog. hehe

Gostei muito do texto mesmo, e acabei comentando também porque achei interessante a coinscidencia: seu blog é perfumedelaranjeira, o meu é perfumedelua...


ˆˆ

Cláudio J. Gontijo disse...

Sou um Biólogo e Professor brasileiro. Percorro alguns espaços para divulgar a página Verde Vida, dedicada à causa ambiental/humana e ao positivismo. Visite-nos.

Felicidades em sua jornada.

Guida Rosa disse...

Linda poesia!
Em verdade, é elegante ser gente
sobretudo quando o coração
Bate mais depressa e com amor
Deixando falar a emoção

Mila disse...

Maravilhosa poesia!
Descreve com perfeição o poeta!
Obrigado por seguir-me!
Bjs
Mila Lopes

Crônicas do Cotidiano disse...

Você é um excelente poeta!
Estou te seguindo.
Abraço.

gabyshiffer disse...

Lindo o poema da Florbela...
Ela morreu no dia do próprio aniversário, se suicidou no andar de cima de sua casa, durante o jantar e o fez por causa do amor que sentia pelo irmão. Amor impossível que tirou dela a vontade de viver por saber não ser possível...
Triste...
Porém deixou seus poemas pra nós e por isso ela nunca morrerá...

Ah obrigada por me add
fiz o mesmo
Bom findi
Bjos

Essência e Palavras disse...

Obrigada pela visita, te espero mais vezes em meu blog.

Gostei muito do que li aqui!
Parabens!

Tambem estou te seguindo!

beejo

ValeriaC disse...

Amigo, que bela escolha fizeste...adoro os poemas de Florbela...
Gostei do seu blog...estou a te seguir...voltarei com certeza...
Tenha um ótimo final de semana!
Um doce abraço
Valéria

ValeriaC disse...

Amigo, que você tenha uma semana absolutamente maravilhosa!
Um doce abraço
Valéria

Isa disse...

Sou fã incondicional de Florbela, que sempre ilumina nossas almas com seus escritos. Lindo poema !

Folhas de Andreza disse...

Agradeço por estar entre as folhagens...Obrigada!!!
Sem pedir permissão,estou misturando meu perfume de girassol(flor que eu adoro) ao da laranjeira...
Bhjks doce em teu ♥,Andreza.