29 de out de 2016

S G, o menino feiticeiro na Academia Almadense

Sérgio Godinho deu esta noite um excelente espectáculo na Academia Almadense com lotação esgotada. 

Apresentou-se em excelente forma cantado mais de uma hora e meia, sem intervalo, com um encore com três temas e um segundo encore. Versátil e eclético, recriando e recriando-se em palco  e sempre com novas versões, Sérgio Godinho, o menino feiticeiro, como já lhe chamei [Cantores de Abril. Entrevistas a cantores e outros protagonistas do «Canto de Intervenção», pp. 225-234]Apesar dos 71 anos, feitos em Agosto, o Sérgio está em grande forma, apoiado numa banda com cinco excelentes músicos - os assessores, como lhes chama, cito "É engraçado porque etimologicamente a palavra assessor  significa 'estar sentado ao lado de', e é precisamente isso que eu sinto em relação aos meus companheiros dos discos e palcos [Galopim, 2006:185] 


Resultado de imagem para fotos sérgio godinho Resultado de imagem para fotos sérgio godinho

Cantou-se e cantou Zeca e a sua versão do tema do Zeca nunca gravado  "Na rua Antónia Maria" - que encontramos nos Arquivos da PIDE, apreendido pela polícia política de Salazar ao Zeca. Reafirmou-se como grande poeta, "Escritor de canções" e notabilíssimo diseur que é.
Foi uma noite memorável, esta com Sérgio Godinho na Academia Almadense, a abrir a  edição do Festival Cantar Abril a decorrer em Almada em 2017.


Resultado de imagem para fotos sérgio godinhoResultado de imagem para fotos sérgio godinho