1 de jan de 2018

Adeus 2017



Muita coisa havia (há) a referir no que concerne ao ano que agora chegou ao fim. Com a chegada de 2018 não queria deixar de partilhar alguns momentos do ano que passou, como que à laia de retrospectiva. Aqui vos deixo alguns palavras e imagens de alguns momentos de 2017:

A entrevista a Romeu Correia –publicada no DN/Jovem, Novembro 1987 ( há 30 anos) neste ano do seu centenário;





Almada homenageia o Cante;


3º Aniversário do Cante assinalado em Almada

Em Almada, a passagem do 3º Aniversário de elevação do Cante a Património Cultural Imaterial da Humanidade, assinalada nos dias 2 e 3 de Dezembro, constituiu um grande êxito.
Com a denominação "Almada homenageia o Cante" - como tinha acontecido no 1º aniversário – este ano movimentou mais de 1.300 pessoas nas várias acções realizadas: a “Feira de Artes e Enogastronomia”, o espectáculo realizado no Fórum Municipal Romeu Correia assim como as actuações nas 11 freguesias – “O Cante nas Freguesias”, foi extremamente importante quer no seu conjunto quer individualmente.
No primeiro dia a Oficina de Cultura registou um enchente de mais de 400 pessoas, tendo na sessão inaugural acontecido a primeira actuação pública do recém-formado Grupo Infantil de Cante Alentejano do Agrupamento de Escolas Francisco Simões, a face mais visível resultante do trabalho empenhado que o Grupo de Trabalho do Cante do Concelho de Almada (GTCCA) - responsável pela organização do evento - tem vindo a realizar desde 2015 junto da comunidade educativa do concelho.
Este grupo infantil, constituindo por alunos(as) do 4º ano do ensino básico, consequência do projecto piloto que na diáspora alentejana tem sido posto em prática com o objectivo da salvaguarda do Cante em Almada, é apenas uma parte do universo, que com a adesão de mais seis turmas de outra escola do mesmo Agrupamento, onde se prevê iniciar em breve  o ensino do Cante, o que significa o envolvimento de 200 crianças neste projecto de ensino formal e informal.
“Almada homenageia o Cante” foi organizado pelo GTCCA composto por 10 entidades corais, musicais, associativas, educativas, autárquicas, documentais e editoriais: Associação Grupo Coral e Etnográfico Amigos do Alentejo do Feijó; Grupo Coral Alentejano Recordar a Mocidade do CIRL; Laranjeiro, Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó; Alma Alentejana – Associação para o Desenvolvimento, Cooperação e Solidariedade Social; Agrupamento de Escolas Francisco Simões; MODA-Associação de Cante Alentejano; Grupo Rumores d’Além Tejo; Associação das Colectividades do Concelho de Almada (ACCA); Centro de Estudos Documentais do Alentejo (CEDA) e Revista Memória Alentejana.
Teve apoio financeiro e logístico da Junta de Freguesia de Laranjeiro, apoio financeiro do Santuário Nacional do Cristo Rei, da União de Freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas, da Junta das Freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda, da Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria, da Junta de Freguesia da Costa de Caparica, apoio logístico da CMA e colaboração da ARPCA e de Maria do Céu Silva.
Com uma qualidade assinalável em cada realização do vasto programa, fruto de um planeamento rigoroso, “Almada homenageia o Cante”, registou a presença da Presidente da CMA, Inês de Medeiros, do Vice-Presidente João Couvaneiro – que intervieram no dia de abertura - dos Presidentes da Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó, Luís Palma, da União de Freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas, Ricardo Louçã, da Junta das Freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda – tendo os dois primeiros intervido na sessão de encerramento na Oficina de Cultura, onde marcaram ainda presença o antigo Presidente da CMA, actual Vereador Joaquim Judas e o Vereadora Joana Mortágua, assim como diversos dirigentes associativos.
Nas outras nove sessões de “O Cante nas Freguesias”, realizado em cada uma das freguesias, marcaram presença e usaram da palavra os Presidentes da Junta das Freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda, Pedro Matias, da Junta de Freguesia da Costa de Caparica, José Ricardo Martins, da Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó, Luís Palma, e membros do executivo da Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria em representação da respectiva presidente.
No espectáculo realizado no Fórum Municipal Romeu Correia estiveram presentes o Presidente da Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó, Luís Palma, membros do executivo da Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria, o Vereador António Matos e deputados municipais.
Esta iniciativa, ainda que realizada com modestos meios, conseguiu envolver entidades representativas não só da comunidade de origem alentejana mas também do tecido socioeducativo e cultural do concelho foi inegavelmente uma grande iniciativa, certamente que se consubstanciou como um sério contributo para reforçar a autoestima e os laços identitários que unem as cerca de 50 mil pessoas da grande comunidade de origem alentejana radicada em Almada, e de certa forma, dos 500 mil residentes na Área Metropolitana de Lisboa, com os seus dezoito Municípios.
“Almada homenageia o Cante”, consubstanciou dois dias de exaltação e afirmação da identidade cultural do Alentejo no diáspora e contou com a cobertura televisiva da TV Almada, que realizou uma vasta reportagem, na Oficina de Cultura e em actuações nas freguesias, tendo resultado o vídeo de 12 minutos de que partilhamos o link 
 
 www.tvalmada.pt/cultura/511/2/comemoracoes-do-cante/



Em breve vamos incluir algumas imagens deste evento bem como das 11 tertúlias realizadas pala Associação Amigos da Cidade de Almada e ainda de Toulouse e Carcassonne onde estivemos entre 7 e 10 de Dezembro.

Nenhum comentário: