9 de dez de 2013

Soneto


 Com a devida vénia publico este soneto que a minha Amiga Maria Vitória Afonso me ofereceu ontem... no dia do meu 15º aniversário...

Amigo

Um ano atrás no teu aniversário
 
Foste perto do mar, colher a rosa  
Num fictício jardim imaginário  
Surgiu-te fresca, pura, olorosa.

Esse jardim, tão extraordinário
 
Onde voava a doce mariposa  
Trouxe-te um bem tão necessário
Um ombro amigo, que tua alma goza.

O tempo passou com grande alegria
Eu louvo e bendigo vossa harmonia
Com meus desejos de felicidade.

E se os dois tinham grande coração
O bem espiritual dessa união
Granjeou ainda mais minha amizade.

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabéns, atrasados...
bela prenda essa de sua amiga!